Luzinei Araújo

Na busca da individualidade, Luzinei, oriundo de Guimarães – MA e irmão do também artista plástico Alfredo Araújo, que também tem como marca registrada os casarões, enveredou pelo caminho das formas orgânicas. São composições florais, que apresentam, com leveza, os contornos e os movimentos da natureza. “Tento fugir das amarras da linguagem acadêmica. Trabalho com formas rebuscadas, mas orientado pelo meu interior, mediante essa nova forma de perceber e sentir a arte em minha vida”, explica. Um de seus quadros fez parte do Salão de Artes Plásticas de São Luís.

Ele começou dando vida a casarões, sobrados e ladeiras do Centro Histórico de São Luís. Já realizou oito coletivas e duas individuais. Depois de trabalhar por muito tempo a temática casario, por meio da qual ficou conhecido em São Luís, o pintor busca novas experiências e desafios. “Não abandonei o trabalho de casario, mas agora estou debruçado em uma fase mais livre, trata-se de pintura menos figurativa”. Ganhou menção honrosa na Mostra Retrospectiva do Salão 30 cm x 30 cm.